Bandalusa, Paulo Ribeiro, Grupo Banda Lusa, Banda Lusa, Grupos, Bandas, Contactos, Artistas, Contactos da Bandalusa, Concerto dos Bandalusa com o vocalista Paulo Ribeiro, Artistas, Bandas, Grupos de Musica Portuguesa, Musica Popular, bailes
Bandalusa
28 Junho, 2017
Artista Pedro Abrunhosa, artistas, cantor Pedro Abrunhosa, Concertos, Musica Portuguesa, artistas portugueses, espectaculos Pedro Abrunhosa, Concertos Pedro Abrunhosa, Abrunhosa, contactos Pedro Abrunhosa
Pedro Abrunhosa
28 Abril, 2017

Com uma carreira de mais de 18 anos, Saúl nunca baixou os braços perante as adversidades, e sabendo dar a volta por cima, regressa hoje às luzes da ribalta e apresenta-nos um álbum que promete ser uma presença musical constante nas festas e romarias de Portugal, e igualmente ser um cd obrigatório na animação das colectividades e comunidades lusas espalhadas um pouco por todo o mundo. Saúl Ricardo é um célebre cantor da música popular portuguesa. Nasceu em 18 de Agosto de 1987 e mora na Figueira da Foz. Cedo se notabilizou no panorama da musical Português com intervenções na televisão, a fazer imitações do Quim Barreiros. Em 1994 Saúl lança uma cassete com temas de Quim Barreiros intitulada “O Imitador”. O seu salto para a ribalta deu-se em 1996, quando grava o seu primeiro CD de originais, “O Bacalhau Quer Alho”, que é um sucesso de vendas imediato. Atinge tripla platina e o refrão das músicas é cantado em todo o lado. Ganha também o título de artista mais novo a ostentar tal galardão em Portugal, por vendas superiores a 120 mil unidades. Em 1997, prossegue na sua carreira meteórica com “Os Pitos”, novo CD de música popular brejeira, atingindo também a platina. Começa a fazer digressões por todo o país e o Mundo. Em 2000, opta por lançar “Gosto de Ti à Brava”, um disco claramente pop/étnico. Por esta altura, aparece também num programa de televisão “Noites Marcianas” tentando retocar a sua imagem, e mostrando as suas capacidades vocais como cantor de Fado, tentando provar que é mais versátil do que na realidade o seu reportório poderia fazer crer à primeira vista. Em 2002, já mais crescido, e com a voz a mudar, Saúl opta por revisar o estilo mais antigo abandonado em 1997 e lança o disco “Espeto um Prego”, de novo com carácter popular brejeiro. Muito acordeão, e letras maliciosas. Ingressa em tournée pelo país. O disco facilmente chega a Ouro e Saúl relança-se. Em 2003, já com voz de adulto Saúl lança “Não sou Mau Estudante”, um disco de originais onde volta a tentar canções um pouco mais ousadas e modernas, no entanto sem fugir da linha brejeira como tentara fazer em “Gosto de Ti à Brava”. Neste álbum, temos faixas mais cuidadas com encadeamentos harmónicos um pouco mais complexos, arranjos mais sofisticados e até um dance musica a fechar(“Chupa na Palhinha”). Saúl dava mostras de querer conquistar claramente a plateia adolescente. Ingressa então numa tournée por França, na sequência da comemoração dos seus 10 anos de carreira, e procurando conquistar a comunidade emigrante. No regresso a Portugal, no Verão de 2004, lança o álbum “As Bolas de Snooker”, pela nova editora Espacial, onde se apresenta com visual renovado: cabelo descolorado, músculos à mostra e afirmações onde se apresenta como fã de Limp Bizkit e Eminem. O estilo, esse, mantém-se no registo popular do disco anterior. No final de 2005, terminada a ligação com a Espacial, lança “Sem Dinheiro e Sem Cueca”, pela Megadisco, num álbum intitulado apenas “Saúl”, que atinge o disco de Ouro. Em 2010, lança “Saúl e o Rabo do Seu Bacalhau” sendo uma das músicas mais ouvidas nas rádios de todo o mundo. (in Palco Principal)

Discografia

1994 – O Imitador (K7)
1996 – O Bacalhau Quer Alho (CD, Vidisco)
1997 – Os Pitos (CD, Vidisco)
2000 – Gosto de Ti À Brava (CD, Vidisco)
2002 – Espeto Um Prego (CD, Vidisco)
2003 – Não Sou Mau Estudante (CD, Vidisco)
2004 – As Bolas do Snooker (CD, Espacial)
2005 – Saúl [Sem Dinheiro e Sem Cueca] (CD, Megadisco)
2008 – A Sogra
2010 – E o Rabo do Seu Bacalhau (CD, CVL Music)
2011 – Fábrica de Chouriça (CD, Espacial)
2012 – O Pito da Maria (CD, Espacial)
2013 – O Meu Rafeiro (CD, Espacial)
2015 – Comi-Lhe o Melão (CD, Espacial)

Artista Saúl

Saúl Ricardo dos Santos Noronha (Figueira da Foz, São Julião, 18 de Agosto de 1987) é um cantor de música popular portuguesa, de grande popularidade. Conhecido na sua infância como “O Pequeno Saúl”, foi um fenómeno de popularidade em Portugal aos seis anos de idade …

O “Pequeno Saul” apareceu ainda muito novo na televisão a fazer imitações do músico Quim Barreiros. Viria a ganhar um concurso de talentos no programa Big Show SIC e em 1994 lança a cassete “O Imitador” com temas de Quim Barreiros.

(…)

No final de 2005 lança o álbum “Saúl” pela editora Megadisco. O grande sucesso deste disco é “Sem Dinheiro e Sem Cuecas”. Com 18 anos procurava conciliar a música com a escola, no Colégio de Quiaios, na Figueira da Foz, onde tirava o curso profissional de reparação e instalação de computadores.

Em final de 2006 tenta com o single “Hoje é dia de Jesus” (13.ª faixa do disco referido) chamar a atenção para a época Natalícia. Em Agosto de 2008, lança o álbum “A Sogra”.

Pela editora CVL Music, de Aveiro, lança o CD “E o Rabo do Seu Bacalhau” em 2010.
O álbum “Fábrica de Chouriça” é editado em 2011. Com Fanny, uma das participantes do programa Secret Story – Casa dos Segredos da TVI, lança “A Última Missão”.

(in: wikipedia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *