Fadistas, Artistas, Fado

Fadistas

 

Artista(s) / Fadista(s) Contactos Estilo (s) | Sobre | Tags Busca no Google Carreira
– Alegria e Fado – 961479169 Espectaculo de Fado, Fadistas amadores e alegres 2017
Alexandra Monteiro musicaovivopt Fadista amadora, Cantora
Aldina Duarte F Fadista , Cantora Aldina Duarte
Ana Laíns M | W | Y | F Fadistas, Fados, Espectaculos
Ana Moura S | Y | F | T | iT | M | Fadista, Cantora, Espectaculo, Artista Ana Moura
Ana Sofia Varela F | Y | W | D | M Fadistas, Fados, Espectaculos Ana Sofia Varela
Anabela Beirão Video | S Cantora, Fadista
André Baptista S | F Compositor, Musico, Fadista André Baptista
António Pinto Basto F | C | Pp Cantor, Fadista António Pinto Basto
Camané S | M Fadista, Cantor Camané
Carlos do Carmo
M | MV | S | W Fadista, Cantor Carlos do Carmo
1939
Carminho S | M | F | Y Fadista, Cantora Carminho
Cidália Moreira S | W Fadista, Consagrada, Cigana, Algarve Cidália Moreira 1944
Clara S | F | Y | M | P
Cristina Branco S | W | Y | D Cristina Branco
Cristina Nóbrega S | M
Cuca Roseta S | Y | F | W Fadistas, Fados, Espectaculos Cuca Roseta 1981
Diamantina Rodrigues F | Y | W | L Fadista, Cantora, Escritora, TV Diamantina
Dulce Pontes S | M | W | F | D | S | Y Cantora, Fadista, Tradicional, Folk Dulce Pontes
– Fados ao Piano – fadosaopiano.com espectaculo
Gisela João F | Y | M | S Fadista, Cantora Gisela João
Helder Moutinho M | S | D
Joana Amendoeira S | M | P
João Chora S | M | C
José da Câmara C | F
Jorge Fernando C | M compositor, cantor, fadista
Katia Guerreiro S Katia Guerreiro
Lenita Gentil S | W 1948
Liliana Martins S | F no Portal Musica ao vivo
Marco Oliveira P, F , M Fadista, Cantor
Margarida Guerreiro S | M | Y | F | P Fadista, Alentejo, Cantora
Marina Mota S Fadista, Actriz, Revista, Teatro
Mariza S | M | Destaque Fadista, Cantora Mariza
Marco Rodrigues M | F | Y Fadistas, Cantores, musicos, Fado Marco Rodrigues
Maria Ana Bobone S | F | Kb | Y Fadistas
Pedro Moutinho M
Raquel Tavares M Fadista, Cantora
Ricardo Ribeiro S | F | M | P | Y | G+ | D Fadista, Cantor Rocardo Ribeiro
Rouxinol Faduncho P | S Humorista, Marco Horácio
Sara Correia V | Y | F
Yolanda Soares S | Y Fadistas
Xico Fadista Fadista, Humorista, Fados
+ Fadistas
Alexandre Frutuoso F Fadista Amador, Pombal
Alice Pires S Cantora, Actriz, Fadista
Anabela Duarte S
Ana Catarina Grilo F Fadista, Alentejana, Lisboa nasceu a 1993
Ana Maria M
Marina fadista B
Ana Marta M
Ana Ramalhão F
Ana Roque P
André Baptista M | F | S | B
António Baptista S
António Calvário C
Armando Dias Bento B
Artur Batalha B
Beto Gil S
Carla Pires S | Y | M
Carlos Macedo S
Carlos Manuel Proença M
Carolina F | S
Castela Parreira F
Cátia Garcia M | S
Célia Leiria M
Cila d’Aire M
Cláudia Madur S
Cristina P
Cristina Maria Ferreira S | M
Cristiano de Sousa F | M
Dana M
Débora Gonçalves Y
Débora Rodrigues M | F
Deo Bernardo M
Dora Maria F
Duarte S | F | Y | T | G+
Emanuel Moura F humorista, fadista
Emanuel Soares F
Emilia Lamy F
Fabia Rebordao S | F
Fado ao Vivo (noites de fado) Ver | 926240203 cantora, fadista, Castelo Branco
Fado Em Si Bemol M
FadoMorse M
Filipa Cardoso F
Francisco Pedro F
Francisco Rebelo de Andrade Y
Francisco Sobral M
Gonçalo Salgueiro S
Herminia Silva (Fig Foz) F
Isabel Maria F | P
Joana Cota F
Joana Costa M
Joana Luz Video
Joana Melo M
João André M
João Braga C
João Farinha – Grupo Coimbra Pp | M
João Lança M
João Lopes Pires P
João Pedreira M
João Siborro F | Video
Jaime Dias F
Jorge César M
Jorge dos Santos M
Jose Goncalves Juvenal F
José Gonçalez F | B | Wp | dz |
José Lameiras S | F | L | B
Liana S | F
Liliana Jordão F
Ligia Ferreira
Luisa Soares 1946
Mafalda Arnauth S | Facebook
Mara Pedro S | F
Marco Oliveira M | P
Maria Armanda C
Maria da Fé C
Maria de Fátima S
Maria de Lusrdes Brás F
Maria João Quadros F
Maria João Rodrigues S | F
Maria José Valério C
Maria Mendes S
Maria Vasconcelos S
Mariana Oliveira S | F
Marina Mota S
Marino João V
Mario da Cruz F | Y | S
Mario Maduro Alcobaça 262106250
Maritina S
Michelle Pereira M
Miguel Amaral S
Miguel Bandeirinha F | S
Miguel Brito Rebelo S
Milú Mourão F
Misia S
Monica Jesus F | S
Nani Nadais Mv | video
Nelson Duarte (Fadista) M
Nunes Fradique V Fadista, Castelo Branco
Nuno da Câmara Pereira C
Nuno de Aguiar
Patrícia Vasconcelos M
Paulo de Carvalho S | M
Paulo Gama B | P
Pedro Calado video
Pedro Galveias F
Pedro Moutinho M
Quarteto Edgar Nogueira S
Raquel Peters F
Ricardo Martins F | Y | S
Ricardo Silva F
Rita Gordo F | M
Rita Santos Y | P | ao vivo
Rodrigo Ms | C
Rodrigo Costa Félix M | F | S
Rosa Maria Duarte F
Rui Santos F
Rute Soares M
Sandra Correia F | Y | M
Sara Duarte F
Sonia Tavares S | M
Susana Montenegro F
Suzy Paula F
Suzana S
Tania Oleiro F | A
Tânia Pataco S
Teresa Siqueira W | Video 1953
Teresa Tapadas S | F
Vítor Marceneiro (neto:Alfredo Marceneiro) B
Yola Dinis F
Yolanda Soares S

Fadistas, Cantores de Fado, Musica Portuguesa, Tradicional, Fadista, Fadistas Portugueses, Noites de Fados, Contactos de Fadistas, Fado, Fados, Canções

Fado

(in wikipedia)

O fado é um estilo musical português. Geralmente é cantado por uma só pessoa (fadista) e acompanhado por guitarra clássica (nos meios fadistas denominada viola) e guitarra portuguesa. O fado foi elevado à categoria de Património Oral e Imaterial da Humanidade pela UNESCO numa declaração aprovada no VI Comité Intergovernamental desta organização internacional, realizado em Bali, na Indonésia, entre 22 e 29 de Novembro de 2011

Origem do Fado

A palavra fado vem do latim fatum, ou seja, “destino”, é a mesma palavra que deu origem às palavras fada, fadario, e “correr o fado”.

Uma explicação popular para a origem do fado de Lisboa remete para os cânticos dos Mouros, que permaneceram no bairro da Mouraria, na cidade de Lisboa após a reconquista Cristã. A dolência e a melancolia, tão comuns no Fado, teriam sido herdadas daqueles cantos. No entanto, tal explicação é ingénua de uma perspectiva etnomusicológica. Não existem registos do fado até ao início do século XIX, nem era conhecido no Algarve, último reduto dos árabes em Portugal, nem na Andaluzia onde os árabes permaneceram até aos finais do século XV.

“Na Irlanda, o cantor ou vate tinha o nome de Faith, e no tempo de Francisco I, Fatiste era o compositor «de jeux et novalistés » em que se vê a transição para a forma dramática, e a importância que merece entre nós o nome de Fadista dado ao cantor popular.”
Uma outra origem é do escandinavo “fata”, que significa vestir, compor, que teria dado origem, segundo outra teoria, no francês antigo ao termo “fatiste” que significa poeta.”Assim podemos ver que o fado é uma degeneração da xacara, que pelas transformações sociais, veio a substituir a canção de gesta da idade média”.

Numa outra teoria, também não completamente provada, a origem do fado parece despontar da imensa popularidade nos séculos XVIII e XIX da Modinha, e da sua síntese popular com outros géneros afins, como o Lundu que por sua vez tem origem em danças angolanas com o Kaduke de Mbaka, posteriormente uma das mais populares danças praticadas em Luanda com o nome de masemba. No essencial, a origem do fado é ainda desconhecida, mas certo é, que surge no rico caldo de culturas presentes em Lisboa, sendo por isso uma canção urbana.

No entanto o fado só passou a ser conhecido depois de 1840, nas ruas de Lisboa. Nessa época só o fado do marinheiro era conhecido, e era, tal como as cantigas de levantar ferro as cantigas das fainas, ou a cantiga do degredado, cantado pelos marinheiros na proa do navio. O fado mais antigo é o fado do marinheiro, e é este fado que vai se tornar o modelo de todos os outros géneros de fado que mais tarde surgiriam como o fado corrido que surgiu a seguir e depois deste o fado da cotovia. E com o fado surgiram os fadistas, com os seus modos característicos de se vestirem, as suas atitudes não convencionais, desafiadoras por vezes, que se viam em frequentes contendas com grupos rivais. Um fadista, ou faia, de 1840 seria reconhecido pela sua maneira de trajar:

” Usava boné de oleado com tampo largo, e pala de polimento, ou boné direito do feitio dos guardas municipais, com fita preta formando laço ao lado e pala de polimento; jaqueta de ganga ou jaqueta com alamares.”
” O seu penteado consistia em trazer o cabelo cortado de meia cabeça para trás, mas comprido para diante, de maneira que formasse melenas ou belezas, empastadas sobre a testa.”
Na primeira metade do século XX, já em Portugal, o fado foi adquirindo grande riqueza melódica e complexidade rítmica, tornando-se mais literário e mais artístico. Os versos populares são substituídos por versos elaborados e começam a ouvir-se as décimas, as quintilhas, as sextilhas, os alexandrinos e os decassílabos.

Durante as décadas de 30 e 40, o cinema, o teatro e a rádio vão projectar esta canção para o grande público, tornando-a de alguma forma mais comercial. A figura do fadista nasce como artista. Esta foi a época de ouro do fado onde os tocadores, cantadores saem das vielas e recantos escondidos para brilharem nos palcos do teatro, nas luzes do cinema, para serem ouvidos na rádio ou em discos.

Surgem então as Casas de Fado e com elas o lançamento do artista de fado profissional. Para se poder cantar nestas Casas era necessário carteira profissional e um repertório visado pela Comissão de Censura, bem como, um estilo próprio e boa aparência. As casas proporcionavam também um ambiente de convívio e o aparecimento de letristas, compositores e intérpretes.

Já em meados do século XX o fado iniciou sua conquista pelo mundo, tornando-se muito famoso também fora de Portugal.

Os artistas que cantam o fado trajavam de negro. É no silêncio da noite, com o mistério que a envolve, que se deve ouvir, com uma “alma que sabe escutar”, esta canção, que nos fala de sentimentos profundos da alma portuguesa. É este o fado que faz chorar as guitarras…

O fadista canta o sofrimento, a saudade de tempos passados, a saudade de um amor perdido, a tragédia, a desgraça, a sina e o destino, a dor, amor e ciúme, a noite, as sombras, os amores, a cidade, as misérias da vida, critica a sociedade… Em contraste com o conteúdo melancólico, o compasso do fado transmite um humor animador e possivelmente este contraste contribui à fascinação do fado.

Categorizações conhecidas

Fado Alcântara
Fado aristocrata – Iniciado por Maria Teresa de Noronha, e progredido por membros da sua família.
Fado Bailado
Fado Batê
Fado-canção
Fado Castiço – Fado tradicional dos bairros típicos de Lisboa
Fado Corrido – Caracterizado por ser um fado alegre, desgarrado e dançável.
Fado experimental – Dentro do “fado do milénio”, atinge o auge com Mísia. Dentro do “Fado Em Concerto”, atinge o auge com Yolanda Soares.
Fado Lopes
Fado Marcha Alfredo Marceneiro – Criado por Alfredo Marceneiro.
Fado da Meia-noite – Criado por Felipe Pinto.
Fado Menor – Caracterizado por ser um fado melancólico, triste e saudoso.
Fado Mouraria
Fado Pintadinho
Fado Tango – Criado por Joaquim Campos.
Fado Tamanquinhas
Fado Vadio – Fado não-profissional.
Fado Vidualeiro – Fado tocado na aldeia do Vidual, Miranda do Corvo.
Rapsódia de fados – Justaposição ou mescla de melodias (fados) tradicionais ou populares.
Fado Marialva – Caracterizado por ser um fado alegre, referente à tradição tauromáquica
“Cavalo Ruço”, “Campinos do Ribatejo”, “Fado das Caldas”…

  • Data
    19 Dezembro, 2016
    Carminho, Contactos, Fadista Carminho, fados da Carminho, Concertos Carminho, musicas, Musica Portuguesa, Cantoras, artistas, Musicas, Carminho, Videos
  • Data
    18 Dezembro, 2017
    Raquel Tavares, Concertos, contactos, Fadista Raquel Tavares, Musica Portuguesa, Concertos, festas, Fadista Raquel Tavares, artistas, contactos, espectáculo
  • Data
    18 Janeiro, 2018
    Fados, Fadistas, Cuca Roseta, Fadista Cuca Roseta, Fadistas, Contactos Cuca Roseta, Concertos, espectaculos, telefones, contacto, Cuca Rozeta
  • Data
    31 Agosto, 2016
    Fadista Aldina Duarte, Aldina Duarte, Fado, Fadista, Fados, Fadistas, cantores de fado, artistas de fado, noites de fados, espetáculos de fado
  • Data
    8 Outubro, 2017
    Marco Rodrigues, Fadistas, Fados, contactos, artista, Fadista Marco Rodrigues, Fadista, Fados, contactos do artista, artistas, contacto, telefone, Portugal
  • Data
    18 Dezembro, 2017
    Nos últimos doze anos, Mariza ultrapassou já de muito longe a fase em que poderia constituir apenas um mero episódio exótico na cena da World Music, capaz de ser substituído por qualquer novo fenómeno colorido que aparecesse num outro canto geográfico do mercado da indústria discográfica. Provou ser já uma grande artista internacional, de forte originalidade e de enorme talento, de quem muito há que esperar no futuro. A menina de Moçambique criada no bairro popular lisboeta da Mouraria apropriou-se das raízes da sua cultura musical e converteu-se numa artista universal capaz de se abrir ao mundo sem perder a consciência intensa da sua identidade portuguesa. E o público português é o primeiro a reconhecer o seu triunfo e a pagar-lhe com um amor e uma gratidão sem limites.
  • Data
    5 Janeiro, 2018
    As belas canções populares portuguesas que várias gerações não esquecem são interpretadas com a alegria que o povo português sempre revela ... Umas derivam do folclore, outras do fado, das marchas populares com sabor a arraial e outras ainda que derivam da memória dum povo que se alegra e participa ... Um espectáculo com sonoridades que todo o povo gosta e sabe cantar... Um caso sério de cultura musical e das nossas raízes.
  • Data
    14 Janeiro, 2017
    Fadista Alexandra Monteiro, fadistas, contactos de Fadistas, noites de fados, Artistas, Musica Portuguesa, Fados, Fadista, Alexandra Monteiro, Fadistas, contactos de Fadistas, Noites de fados, Fadista Alexandra Monteiro, contactos de artistas, contactos de cantores, Fados de Lisboa, Fadista, Portugal
  • Data
    18 Fevereiro, 2017
    Ricardo Ribeiro, Artista, Cantor, Fado, Fadista Ricardo Ribeiro, Artistas, banda, contactos, Musica Portuguesa, Espectáculos, musica ao vivo, Ricardo Ribeiro, Fado, Musicas, musicas portuguesas, fadistas, contactos
  • Data
    18 Novembro, 2017
    Ana Moura, Fadista Ana Moura, Artista Portuguesa, Ana Moura ao vivo, artistas, portugueses, cantoras, fadistas, contacto, Ana Moura, Fadista Ana Moura, Artista Portuguesa, Ana Moura ao vivo