Festival da Canção, Portugal (1ª semi-final)

Roberto Leal, Doente, Cancro, Doença, Cego, Cantor, Roberto Leal, Cantor, artistas, Musica Portuguesa, Musica Popular, Cantores, contactos, Artistas
Roberto Leal luta contra um Cancro
8 Janeiro, 2019
Festival da Canção, 2ª Semi-final. Finalistas, Canções, Portugal, Portuguesa, Festival, Cantores, Musica Portuguesa, Israel, Finalistas do Festival, 2019
Festival da Canção, Portugal (2ª semi-final)
27 Fevereiro, 2019
+

Festival da Canção, Portugal (1ª semi-final)

Festival da Canção 2019, RTP, finalistas, Matay, Conan Osíris, Calema, Ana Cláudia, Festival da Canção, musica portuguesa

Foram escolhido no passado fim-de-semana os primeiros finalistas 4 candidatos a representar Portugal no Festival da Euro-visão da Canção 2019.

São eles Matay,

Conan Osíris,

Calema

e Ana Cláudia

Festival Canção 2019

Ana Cláudia com “Inércia”, João Campos com “É o que é”, Soraia Tavares com “O Meu Sonho”, Calema com “A Dois”, Conan Osíris com “Telemóveis”, Ela Limão com “Debaixo de Mil Sóis”, Filipe Keil com “Hoje” e Matay com “Perfeito” foram os concorrentes da primeira semifinal do Festival da Canção 2019.

Foi o candidato mais votado pelo público na primeira semifinal. Extravagante e difícil de classificar, não tem deixado indiferente quem acompanha o Festival da Canção. De onde vem Tiago Miranda que na música responde por Conan Osiris?

 

resceu entre Lisboa e o Cacém, foi maioritariamente criado por mulheres, e as manhãs de sábado ficaram-lhe gravadas na memória com a mãe a aspirar a casa enquanto ouvia Amália, kizomba ou a dupla Leandro e Leonardo. Cresceu depois a ouvir hip hop na MTV e, mais tarde, a descobrir nomes como Björk. Virá em parte daí, talvez, a panóplia de referências que soam na sua música.

Conan Osiris, nome artístico de Tiago Miranda, inspirado na série pós-apocalítica Conan, o Rapaz do Futuro, de Hayao Miyazaki, já dava que falar antes de ser convidado para a edição de 2019 do Festival da Canção. Apareceu com a sua música difícil de classificar, entre techno, fado, algo de António Variações e outro tanto de oriental. Durante e depois da semifinal de ontem do Festival da Canção, rara será a combinação de duas palavras que tenha sido tão criticada ou elogiada nas redes sociais como o seu nome neste fim de semana.

Na primeira semifinal viu-se apurado para a final de dia 2 de março do Festival da Canção em segundo lugar, depois de Matay, e seguido por Calema, e D’Alva/Ana Cláudia. Conan Osiris foi o candidato com mais votos do público. O vídeo do YouTube da canção que levou ao festival, “Telemóveis”, já conta mais de um milhão e meio de visualizações, e comentários vindos de toda a parte, muitos deles confirmando-o numa afinidade ao mundo da Eurovisão, cuja final se realiza em maio em Telavive, Israel.

(in DN)