Não quero que vás à monda

Ao passar a ribeirinha
27 Novembro, 2016
José Afonso – Moda do Entrudo
28 Novembro, 2016
+

Não quero que vás à monda

 

Não quero que vás à monda,
Nem à ribeira lavar,
Só quero que me acompanhes,
Oh meu rico amor
No dia em que me eu casar.

No dia em que me eu casar,
Hás-de ser minha madrinha;
Não quero que vás à monda,
Oh meu rico amor
Nem à ribeira sozinha.

Minha fala, minha fala
Minha fala não é esta
Minha fala, minha fala
Oh meu rico amor
esta agora já não presta

Minha fala era boa
esta agora já não presta
Minha fala era boa
Oh meu rico amor
esta agora já não presta

Não quero que vás à monda,
Nem à ribeira lavar,
Só quero que me acompanhes,
Oh meu rico amor
No dia em que me eu casar.

No dia em que me eu casar,
Hás-de ser minha madrinha;
Não quero que vás à monda,
Oh meu rico amor
Nem à ribeira sozinha.

link do video ao vivo do Grupo Nova Ronda em Ponte de Lima 2012 – Não quero que vás à monda

veja ainda o Grupo Rastolhice ao vivo em Faro e

Grupo “TROVADORES D’ADIR” Rossas – Vieira do Minho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *